Como excluir partições rebeldes na marra

Notoriamente o Gerenciador de Disco do Windows não se dá muito bem com partições criadas por outros sistemas operacionais, sendo necessário recorrer à força bruta para excluí-las. Veja aqui como proceder.



Recentemente precisei recriar a partição e reformatar um pendrive de 8 GB que havia sido usado para gerar uma mídia de instalação do Mac OS X El Capitan. O Gerenciador de Disco do Windows não conseguiu nem por decreto excluir uma das partições criadas pelo Mac, e desta forma tive que recorrer à outra aproximação para resolver a questão.

O DiskPart

O Microsoft DiskPart é um utilitário em modo texto para o gerenciamento de partições que acompanha o Windows desde o XP. Para executá-lo abra um Prompt de Comando como Administrador e rode o comando diskpart:



O primeiro passo é verificar o índice atribuído pelo Windows ao dispositivo que será manipulado, para não correr o risco de mexer com a unidade de armazenamento errada. Use o comando list disk para verificar o índice, no caso o pendrive recebeu o índice 3:



Confirmado o índice do disco, devemos selecioná-lo com o comando select disk. Como vimos o pendrive é o número 3:



Agora iremos limpar completamente o disco selecionado, incluindo quaisquer partições indesejadas. IMPORTANTE: se houver dados importantes no mesmo faça um backup antes de prosseguir

O comando clean remove quaisquer partições presentes na unidade de armazenamento:



Digite agora exit para sair do diskpart.



Criando uma nova partição

Retorne agora ao Gerenciador de Disco. A unidade deverá estar livre de quaisquer partições, sendo possível criar uma nova. Clique com o botão direito sobre a área vazia da unidade e selecione Novo Volume Simples.



O utilitário sugere o tamanho total disponível na unidade para criar a partição. Se preferir, você pode alterar o tamanho livremente.



Escolha agora em qual letra de unidade a partição será montada:



Aqui escolha o sistema de arquivos e o nome do volume. Para unidades móveis de baixa capacidade como pendrives o Windows utiliza por padrão o sistema FAT32. A opção de formatação rápida agiliza o processo, salvo se houver suspeita de que a unidade tenha problemas: neste caso pode ser interessante deixar que o utilitário de formatação faça uma checagem da unidade.



Terminando o processo.



Espero que este tutorial lhe seja útil. Até a próxima!

Veja também:

Comentários